quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Tecendo conexões nutritivas com o coaching feminino

“Nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo.” Poeta John Donne.

Estamos sempre conectados com outras pessoas e nem sempre nos damos conta da relevância dessa conectividade que nos interliga em rede. O Cosmo é uma rede e a vida é movimento circular. Na relação com o outro, na convivência em grupo, no encontro de pessoas, na troca de experiências, no contato com o próximo, no diálogo e nas sensações das relações é que vamos construindo o aprendizado e a bagagem de nossa vida.

O coaching feminino realizado na Escola das Deusas é um exemplo claro do quanto é importante propiciar momentos que reúnem pessoas para trocar informações, expressar sentimentos, falar e ouvir, sentir e agir, compartilhar suas percepções, despertar para os benefícios do autoconhecimento, ampliar o campo de visão, descobrir que a chama da intuição está acesa, encontrar respostas e soluções, encorajar-se para enfrentar os desafios e na troca com o próximo experimentar a riqueza de aprender tecendo conexões e costurando relações nutritivas.

Na Escola das Deusas, a cada edição nos surpreendemos ao observar o desenvolvimento das mulheres que participam do projeto. O clima é sempre amigável e agradável, o ambiente lúdico, criativo, motivador e acolhedor, privilegiam o diálogo coletivo e a interação entre as pessoas. É na conexão com as pessoas que realizamos uma troca de conhecimento e energia que alimenta nosso desenvolvimento intelectual, emocional e espiritual.

Como disse o poeta, ninguém vive “isolado em si mesmo”. Compreender que vivemos em um mundo no qual as Partes e o Todo se fundem e se complementam é um passo definitivo para entender o impacto positivo ou negativo dos relacionamentos que desenhamos de distintas formas em nossa caminhada. As interações sociais nas quais nos associamos têm um vínculo determinante em nossa trajetória. Os valores, virtudes e sentimentos que expressamos em cada contato com o próximo são nutrientes para o coração, mente e alma.

“Se você sabe conviver com pessoas intempestivas, emotivas, vulneráveis, amáveis, que explodem na emoção: acolha-me.” Clarisse Lispector

Um comentário:

TEIA disse...

Olá.
Seu blog caiu na TEIA.
Parabéns.
Até mais.